domingo, 11 de outubro de 2015


Caçávamos animais, para viver
hoje caçamos sentidos, para a viver
Cansamos rápido,
Casamos rápido...
Temos vivido devagar,
à devagar...
De vagar, sem sair daqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário